Diabetes Mellitus

Depositphotos_10368114_xl-2015.jpg

Diabetes Mellitus - O que é ?

O diabetes mellitus (DM) compreende um grupo heterogêneo de doenças metabólicas caracterizado por elevação da glicemia, resultante de uma deficiente produção de insulina, resistência à ação da insulina ou ambas as situações.

Trata-se de uma grave problema de saúde pública no mundo, em virtude do aumento cada vez maior de pessoas acometidas e de sua elevada morbimortalidade.

Conheça os principais tipos de Diabetes ?

Diabetes tipo 1

O Diabetes mellitus tipo 1 é causado por uma deficiência absoluta de insulina, devido a um processo imunológico, autoimune,  que leva à destruição das células beta do pâncreas ( local onde a insulina é produzida). Raramente a causa é idiopática.
Representa 5 a 10% dos casos de diabetes.
Predomina em crianças e adolescentes, mas pode aparecer em qualquer idade.

Diabetes Tipo 2

O diabetes mellitus tipo 2 é compreende 90 a 95% de todos os casos de diabetes. Surge geralmente após os 40 anos de idade e a maioria dos pacientes está acima do peso, ou tem obesidade.
Pode ocorrer em adultos mais jovens, principalmente nos portadores de obesidade. Existe um crescimento alarmante nos casos de diabetes tipo 2 . Este fato está associado ao crescimento dos casos de obesidade.
Um fato importante é que a maioria dos pacientes não apresenta sintomas inicialmente. Quando o diagnóstico é estabelecido, já existe um retardo de alguns anos que o paciente tem a doença, mas não sabe.
Depositphotos_185106354_xl-2015.jpg

Diabetes Gestacional

O Diabetes gestacional representa a mais importante complicação metabólica da gestação. É definida como a intolerância à glicose, de qualquer grau, diagnosticada pela primeira vez durante a gravidez.. A obesidade está associada ao desenvolvimento do diabetes gestacional, 
Fatores de risco: ter história de diabetes gestacional prévia, nascimento de recém-nascido com peso acima de 4 kg, história na família de diabetes tipo2, idade avançada ( acima de 35 anos, síndrome dos ovários policísticos, obesidade.
 
Complicações do diabetes gestacional: polidrâmnio, toxemia gravídica, ruptura prematura da placenta; maior frequência de parto por cesárea.
Quando desconfiar da presença do diabetes ?
Urinar em excesso ( acordar várias vezes à noite para urinar); sede em excesso; emagrecimento; indsposição; fadiga; visão turva; aumento do apetite; infecções frequentes.
No diabetes tipo 2 os sintomas se instalam lentamente, ao contrário do diabetes tipo 1, em que o paciente já apresenta os sintomas rapidamente: excesso de urina; excesso de sede e perda de peso, 
Indicações para pesquisar diabetes em pessoas sem sintomas
Todo indivíduo com 45 anos de idade; Sedentarismo; História familiar de diabetes ( parentes de primeiro grau); História de macrossomia fetal ou diabetes gestacional prévia; Pressão Alta ( PA maior ou igal a 140 x 90 mmhg); HDL - colesterol  baixo ( menor que 35 mg/dl); Triglicerídeos elevados ( maior que 250 mg/dl); diagnóstico prévio de pré diabetes; Síndrome dos Ovários Policísticos; Esteatose hepática e outras condições associadas á resistência insulínica.
Adaptado de American Diabetes Association 2016.
Conheça as principais complicações do Diabetes

AVC

Infarto do miocardio

Retinopatia

Cegueira

a1370.jpg

Neuropatia

Pé Diabético

Amputações

Doença

Arterial Periférica

Nefropatia

Hemodiálise